Um dia de padeiro

BOLIFIQUE-SE - 10/Ago

A pedidos, uma aula só com bolos divos

sem farinha de trigo

Vocês me pediram essa aula de bolo sem gluten... então aí vai!

 


PREPARAÇÕES DA AULA

- Bolo de aipim com coco 

 


- Bolo belga

- Bolo de nozes chic


Eu vou deixar as fotos falarem mais das preparações. Mas vale dizer que a aula é na minha casa, com a minha louça, e com o meu café!

Bolo de aipim com coco

Quando eu fazia feira na Junta Local esse bolo era um dos primeiros produtos a esgotar.

Textura diferente, muita técnica e um sabor que fazia as pessoas comprarem sem nem perguntar o preço!

Bolo belga

Como todo bolo de chocolate que faço, fiz esse para agradar a Malu, na incansável busca do bolo de chocolate perfeito. 

Presença certa nas feiras da Junta, tinha uma legião de fãs, que chegavam a ir a feira só pelo bolo!

Bolo de nozes chic

Um bolo que eu fiz para me agradar, porque eu adoro nozes.

Estava cansada de comer promessas de bolos de nozes, cheio de farinha e com poucas nozes. 

O verdadeiro bolo de nozes. Digno do chá da rainha da Inglaterra!

QUANDO:    10/agosto, das 10h às 15hs 

 

ONDE:         Botafogo, na sede do Benitez (vamos enviar o endereço ao fazer a inscrição)

VALOR:         R$ 397,00

Além de um belo café da manhã na chegada, comeremos as preparações da aula!

Traga seu vinho, sua cerveja ou o que desejar beber!

O dia é para ser INESQUECÍVEL

Última vaga (lista de espera)

nanda benitez

Sempre fui apaixonada por pão e meu desejo era fazer pães parecidos com os pães das fotos dos livros. Porém, mesmo após investir em muitos cursos e livros, eu ainda tinha  dificuldades com equipamentos e informações não muito claras sobre o processo.

Só que aí eu tive um problema autoimune, e o glúten era um dos principais vilões. E eu estava desenvolvendo minha carreira com pão! Nesse momento comecei a olhar de outra forma para minha realidade. E comecei a adaptar todos meus conhecimentos clássicos para um método com farinhas glúten free. Desenvolvi produtos sem glúten que as pessoas pensam até que são feitos com trigo.

Criei uma padaria virtual, recebi inúmeras propostas para virar fábrica e vender mais, nos mercados, mas eu não queria isso. Após 4 anos de tratamento, voltei a consumir trigo.

Senti que algo tinha mudado dentro de mim. Comecei a dividir meu conhecimento no youtube e com guias na internet. E tive mais propostas, mas eu não desejo virar fábrica. Mas eu também quero que as pessoas tenham acesso aos meus produtos! 

E é por isso, que quero ensinar as pessoas a replicarem. Fazendo pães com ou sem glúten, o que importa é fazer com qualidade pois comendo bem em casa, as pessoas se tornam exigentes e o mercado é forçado e melhorar.